Dubrovnik é uma cidade que fica na região da Dalmácia no extremo sudeste da Croácia. Os historiadores não são unânimes em relação à sua fundação. Há quem diga que essa cidade, enclausurada por uma muralha de 2 km de extensão e 25 metros de altura (diga-se de passagem, uma das mais bem preservadas...

Leia Mais
  • População 42.615 mil

  • Hora local 15:03

  • 1 Kuna R$ 0,55

  • Temperatura local 24.21º Ver previsão

Calcule quanto irá custar sua viagem para Dubrovnik

Atrações turísticas em Dubrovnik

Veja todos

Encontre a hospedagem perfeita para você

As melhores opções de hospedagem em Dubrovnik

Hospedagem em Dubrovnik

menor valor maior valor
Pousada R$ 84,89 R$ 3.820,08
Apartamento R$ 140,07 R$ 1.634,15
Albergue R$ 186,76 R$ 764,02
Hotel R$ 246,18 R$ 848,91

Alimentação em Dubrovnik

Média de preços por dia com base em centenas de experiências

  • Café da manhã


    R$ 18,68 kn 34.23 a R$ 30,36 kn 55.63
  • Almoço


    R$ 24,88 kn 45.60 a R$ 45,84 kn 84.00
  • Jantar


    R$ 27,50 kn 50.40 a R$ 48,46 kn 88.80

Guia Dubrovnik

Dubrovnik é uma cidade que fica na região da Dalmácia no extremo sudeste da Croácia. Os historiadores não são unânimes em relação à sua fundação. Há quem diga que essa cidade, enclausurada por uma muralha de 2 km de extensão e 25 metros de altura (diga-se de passagem, uma das mais bem preservadas da Europa) foi construída entre os séculos VII e XVI. No entanto, segundo teorias que contradizem esse fato é possível que Dubrovnik já existisse antes mesmo de Cristo.

A verdade é que a cidade é uma sobrevivente. Em 1667, Dubrovnik sofreu um terremoto e foi bastante afetada. Muito tempo depois, lutou em meio aos intensos bombardeios durante os conflitos nos Bálcãs e das tropas sérvias no início dos anos 90. A cidade foi uma das áreas da Croácia mais afetadas pelos bombardeiros. Mais da metade dos monumentos e construções foram danificados e o turismo sofreu um grande baque.

Apenas em 1995 a cidade começou a ser reconstruída devido um acordo entre a Unesco e a União Europeia, que ajudaram a reparar todos os danos deixados pela guerra.

Deixado esse passado para trás, hoje os dias são para mais de alegres e ensolarados e a cidade possui inúmeros atrativos. Aliás, o sol e o mar são uma das grandes pedidas para quem viaja para Dubrovnik. No verão, o turista pode procurar uma das praias privativa nas pedras no entorno da muralha da cidade. Além da vista, o mar Adriático é também muito convidativo. Nos dias Verão, além disso, acontece um festival para comemorar a estação, com diversas apresentações culturais: de música, teatro, dança e as mais variadas performances.

A Cidade Velha e os seus inúmeros atrativos é o cartão de visita de Dubrovnik. Escondida pelas muralhas, a região é repleta de praças e ruas com prédios históricos, igrejas barrocas e renascentistas, além de bares, restaurantes e lojinhas.

O Portão de Pile, por sua vez, é uma grande entrada no centro histórico de Dubrovnik, na sua parede ocidental. A edificação foi construída em 1537 para proteger a cidade dos invasores e monitorar o comércio.

Uma visão de tirar o fôlego é formada por uma falésia de 37 metros que se projeta no Mar Adriático e onde descansa o teatral Forte de Lovrijenac, que conquistou o apelido de Gibraltar de Dubrovnik. Já o porto é um dos lugares mais importantes da cidade, considerando que toda a riqueza e desenvolvimento do local nos seus primórdios se baseava na navegação e no comércio marítimo.

O acesso a Dubrovnik pode ser feito com várias formas de transporte, entre eles carro, avião, ferry boats e ônibus. Existem voos diretos do Brasil até a Dubrovinik, além de vários trajetos que saem das principais capitais europeias diariamente.